Gosto muito de amassar o barro, de modelar, de esculpir. O barro me atrai pelas infinitas possibilidades que apresenta. Sempre apostei na absoluta falta de função dos objetos, nos acabamentos irregulares e nas pinturas foscas que o engobe proporciona.

Clique para ler texto completo